Tropa de Elite 2

O filme de impacto, feito para incomodar e provocar reações supera em todos os aspectos o primeiro filme. O longa se tornou a maior bilheteria da história do Brasil, acumulando um total de R$ 102,6 milhões. Segundo seu site oficial, o filme já chegou à marca de 11 milhões de espectadores, se firmando assim, como o filme mais visto da história do cinema brasileiro.

 

Capitão Nascimento do filme Tropa de Elite 1 é promovido a tenente-coronel e depois passa a ocupar a posição de subsecretário de segurança do Rio de Janeiro.  Nascimento além de encarar o conflito com o filho adolescente terá que reavaliar algumas de suas convicções. Apesar de ter menos tiros e sangue, o filme é político e desnuda o sistema de poder que é alvo de duras críticas.

O filme  mostra a relação entre o crime organizado e a máquina do Estado. Esta relação no filme é chamada de “sistema” e têm na esfera política seus líderes. Fica claro que o voto é a mercadoria mais negociada e cobiçada em nosso país, pois é através do voto que se mantém o “sistema”. A luta por votos para conquistar e manter mandatos corrompe e mata, e permite ao “sistema” a criação de braços dentro do Estado, do crime e da mídia. Nascimento enfrenta o poderoso “sistema” formado por políticos, policiais e jornalistas corruptos, aliados a traficantes e milicianos, que subjugam o povo. No final do filme, o vôo rasante pela esplanada dos Ministérios e pelo Congresso Nacional sugere onde começa e onde termina o “sistema”.

 

Tropa de Elite 2 supera o primeiro filme em todos os aspectos. Apresenta uma história mais elaborada, que gera reflexão e discute questões políticas e morais. A violência e as cenas de ação estão menos presentes, porém a qualidade do filme é muito maior do que a de seu antecessor. A interpretação de Wagner Moura está impecável. Ele conduz o filme brilhantemente do início ao fim. O ator Irandhir Santos, que dá vida ao personagem Fraga, interpreta com maestria o defensor dos direitos humanos casado com a ex-mulher do capitão Nascimento. Não podemos esquecer da boa direção de José Padilha que confere ao filme um bom ritmo. Em resumo, Tropa de Elite se consagra como um grande filme do cinema brasileiro.

Nota: 8.5

Confira o trailer: