Ouija – O jogo dos espíritos

Atualmente os filmes de terror estão em alta, principalmente aqueles de baixo orçamento. Ouija- O jogo dos espíritos traz como trama principal a famosa mesa Ouija, também conhecida como a brincadeira do copo, que consiste em se fazer um círculo de pessoas e tentar contato com os espíritos do lado de lá através de comunicação pelo movimento das mãos dos participantes que vão em direção a letras e formam assim palavras e frases. Nos Estados Unidos a brincadeira é muito famosa entre os adolescentes e o jogo Ouija é vendido como um jogo comum. O filme começa mostrando duas melhores amigas, Laine e Debbie, brincando com o jogo quando ainda são crianças. Logo depois o filme mostra as duas amigas adolescentes e Laine é surpreendida com o repentino suicídio de Debbie. Além de repentino e improvável o suicídio de Debbie parece estar envolto em um grande mistério. Na noite anterior ela conta a Laine que encontrou em sua casa uma mesa Ouija como a que costumavam jogar quando crianças.

Ouija 1

A partir dai, Laine conversa com os amigos sobre suas dúvidas acerca da morte de Debbie e propõe que eles usem a mesa Ouija para entrar em contato com a amiga morta e assim ter a confirmação do que realmente aconteceu. Os amigos contatam então uma presença sobrenatural que acreditam ser Debbie e a partir de então estranhos eventos começam a ocorrer com eles e a situação começa a sair do controle.

Ouija 3

O filme até começa bem com uma trama bem proposta, porém a sequência de clichês de filmes de terror adolescentes começa e não pára mais. As atuações são fracas, com exceção de Olivia Cooke (Bates Motel). Algumas cenas de susto são até validas e em alguns momentos o filme parece que vai emplacar, mas acaba ficando monótono e previsível logo na primeira metade. A virada do filme na sua parte final até que surpreende e ajuda bastante o roteiro, mas sua falta de novidade e mesmice acaba relegando o longa a classe de filmes de terror bem chatinhos e sem graça.

Nota: 6.0

 

Confira o trailer: