As viagens de Guliver

Poster As Viagens de GuliverTodas as circunstâncias da produção de As viagens de Gulliver apontavam para um grande sucesso. Para começar, temos a adaptação de um famoso clássico da literatura, depois temos como protagonista o ator Jack Black, que sempre premia o público com atuações engraçadas. E para completar o cenário, temos o mesmo produtor de Uma noite no Museu, filme que foi um recente sucesso nos cinemas. Porém como resultado temos um filme fraco, que tem a pretensão de ser uma comédia e não consegue arrancar nenhuma risada do espectador, apesar das tentativas de Jack Black.

Black é Gulliver, um rapaz que  entrega correspondência no prédio de um grande jornal de Nova York. Ele não tem ambições profissionais, mas sonha em namorar a editora de viagens e turismo, interpretada por Amanda Peet. Ele tenta impressionar a amada com textos copiados e ela decide manda-lo a uma viagem ao Triângulo das Bermudas. Gulliver acaba náufrago em Lilliput,um belo reino onde as pessoas são muito pequenas e ele parece um gigante. No início o povo do reino o chama de fera e o isola, porém ao longo do filme ele começa a fazer amizade com os habitantes.

As Viagens de GuliverO filme tem sua defesa com relação ao público infantil. Como longa infantil é um bom filme, uma aventura que prenderá a atenção da criançada. Outro ponto forte é a presença da atriz Emily Blunt, que nos premia com sua beleza e atuação. Os efeitos visuais e toda a cenografia também conferem ao filme alguns pontos. Talvez o que tenha condenado As viagens de Gulliver ao fracasso tenha sido o fato de que Jack Black é especialista em humor pastelão, e  tentou  fazer um clássico da literatura, com uma história que está muito longe do seu estilo, o que não poderia resultar em algo muito bom.

Nota: 5.5

Confira o trailer: